sexta-feira, 10 de julho de 2020
Busca

Portal T5

Brasil

Ainda não enviou a declaração do Imposto de Renda? Veja como não pagar multa

Saiba como importar os dados da declaração anterior e se livrar da multa

Por Redação Portal T5

06h03 - Atualizado 30/06/2020 às 06h08
Foto: Eduardo Valente/FramePhoto/Folhapress

Muitos brasileiros vão deixar para última hora o preenchimento dos dados da declaração do Imposto de Renda, que encerra o prazo às 23h59 desta terça-feira (30). Porém pode ser arriscado sair algo errado e existe a possibilidade do pagamento de multa para quem não preencher as informações de rendimento.

+ Imposto de Renda 2020: a um dia do fim do prazo, mais de 40 mil não enviaram declaração na PB

Para quem precisa organizar dezenas de documentos e ainda não sabe por onde começar, uma das formas de se livrar da multa é o envio de uma declaração mais simples, com as informações básicas, e enviar uma retificação nos dias subsequentes. Atenção: você só pode alterar o modelo de tributação da declaração - simplificada ou completa - ainda dentro do prazo. Depois, essa escolha não poderá ser alterada na declaração retificadora.

Os contribuintes devem ter atenção ao modelo escolhido porque ele poderá definir – aumentando ou diminuindo – nos valores a serem restituídos ou imposto a ser pago à Receita. A melhor opção – prática e rápida - para quem vai enviar primeiro a versão incompleta é importar os dados da declaração do ano passado. Para isso, é necessário colocar o número do documento de 2019.

Ao preencher o número, o programa da Receita Federal traz todas as suas informações declaradas em 2019. Se ainda tiver a mesma fonte de renda e investimentos fica bem mais fácil realizar as modificações, já que dados como o CNPJ serão os mesmos e você terá apenas que mudar os valores.

Fuja da multa, o valor por atraso é estipulado em 1% ao mês-calendário até 20%. O custo mínimo é R$ 165,74.

Quem precisa declarar?

A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado, o equivalente a R$ 2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro. A multa por atraso de entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é R$ 165,74.

O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. Quem optar por dispositivos móveis, como tablets ou smartphones, poderá baixar o aplicativo Meu Imposto de Renda nas lojas Google Play, para o sistema operacional Android, e na App Store, para o sistema operacional iOS.

A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado, o equivalente a R$ 2.196,90 por mês, incluído o décimo terceiro.