segunda-feira, 19 de outubro de 2020
Busca

Portal T5

Brasil

Saiba como pedir prorrogação de dívidas nos bancos

Só é possível prorrogar financiamentos feitos com as instituições financeiras

Por Redação Portal T5

09h08

Sair de casa e ir até uma agência bancária pagar contas não está sendo uma ação indicada, devido à pandemia do novo coronavírus. Por isso, bancos têm permitido que clientes prorroguem, em até 60 dias, o pagamento das dívidas. Saiba como solicitar.

A medida vale para pessoas físicas ou micro e pequenas empresas e não vale para cheque especial e cartão de crédito.

Para pedir o serviço, o cliente não precisa ir até uma agência – ele pode falar com o gerente ou usar os canais eletrônicos do banco para entrar em contato, seja via telefone ou meios digitais. Ao expor sua situação, a instituição vai definir o prazo e as condições dos novos pagamentos.

As instituições financeiras que aderiram à prorrogação são aquelas ligadas a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), sendo elas a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Santander, Bradesco.

De acordo com o vice-presidente da Febraban, Isaac Sidney, os bancos estão preparados para facilitar os pagamentos e vão continuar contribuindo para amenizar os efeitos do coronavírus na economia.

A Febraban ressalta, no entanto, que a prorrogação das dívidas não inclui boletos de consumo geral, como água, luz e telefone, além de tributos, porque se referem a serviços prestados por concessionárias de serviços públicos e governos.

Alerta

A economista do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Ione Amorim, faz um alerta para que as pessoas fiquem atentas à proposta do banco.

 “Vale a pena se for uma pausa nesses contratos e desde que o consumidor não tenha que arcar com juros por conta dessa suspensão. A cobrança de juros de acerto seria abusiva, dadas as condições em que essas medidas estão sendo adotadas neste momento”, disse.

Veja também:

Em meio a pandemia, Bolsonaro inclui 'atividades religiosas' em lista de serviços essenciais

Brasil tem 60 mortes pelo novo Coronavírus; número de infectados passam dos 2.500