Paraíba, domingo, 22 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

Governo estuda reduzir faixa 1 do Minha Casa Minha Vida

Atualmente o teto da renda familiar é de R$ 1.800, que pode ser reduzido para R$ 1.200 a R$ 1.400.

Por Redação Portal T5

13h04

TÁSSIA KASTNER
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, afirmou que o governo planeja reduzir o valor da faixa 1 do Minha Casa Minha Vida.

 Incêndio em hospital no Rio de Janeiro  deixa ao menos 11 mortos

+ Bebê de dois anos mata a mãe ao fechar vidro de carro no pescoço dela

Atualmente o teto da renda familiar é de R$ 1.800, que pode ser reduzido para R$ 1.200 a R$ 1.400.

Segundo Canuto, o objetivo é priorizar a destinação de recursos do Tesouro para famílias sem acesso a financiamento imobiliário, o que já aconteceria para famílias com a renda beneficiadas atualmente.

+ Mulher denuncia que filha de 13 anos era estuprada por padrasto em JP; suspeito está foragido

+ Saques do FGTS: Caixa inicia pagamento nesta sexta-feira (13)

O ministro prometeu que o governo poderá anunciar todas as mudanças no MCMV em dezembro.

Canuto afirmou ainda que a tendência é que o governo mantenha no próximo ano o uso de recursos do FGTS para pagar a subvenção do programa nas faixas 1,5, 2 e 3, a exemplo do que foi feito nesta semana para destravar o crédito que dependia de dinheiro do Orçamento da União.+ Ator conta que Paulo Gustavo cortou beijo entre dois homens em 'Minha mãe é uma peça 3'

+ Mulher afirma que matou homem após ser estuprada em João Pessoa

"Financiamentos de R$ 150 mil não estavam acontecendo pelo aporte de R$ 2.000 a R$ 3.000. O que a gente fez foi uma política de destravamento. A probabilidade é que se mantenha", afirmou.

O Minha Casa, Minha Vida responde por 70% do setor de construção.

Ameaça de massacre em escola aterroriza pais e alunos na PB; delegado desmente

Polícia prende dupla com mais de 1200 papelotes de maconha, na Zona Sul de JP