sexta-feira, 06 de dezembro de 2019
Busca

Portal T5

Brasil

Justiça absolve Bolsonaro em acusação por discriminar quilombolas

Ele foi inocentado e há a impossibilidade de novos recursos que possam alterar a decisão

Por Redação Portal T5

18h34
Foto: Divulgação

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) encerrou o processo no qual o presidente Jair Bolsonaro era acusado de racismo contra negros e quilombolas. Bolsonaro foi inocentado e há a impossibilidade de novos recursos que possam alterar a decisão.

Em abril de 2017, o Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação de danos morais depois que Bolsonaro citou uma visita a um quilombo e destacou que o "afrodescendente mais leve de lá pesava sete arrobas"  que é unidade de medida usada para pesar bovinos e suínos.

"Fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador ele serve mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gastado com eles", disse Bolsonaro.

Modelo que acusa Neymar passa mal e deixa delegacia carregada pelo advogado

O MPF alegou que Bolsonaro utilizou "expressões injuriosas, preconceituosas e discriminatórias" para "ofender, ridicularizar e desumanizar" estas minorias sociais ao associá-las "à condição de animal".

A defesa do deputado afirmou que a acusação tinha "flagrante cunho político" e que suas declarações tinham sido interpretadas "de forma tendenciosa, com intuito de prejudicar sua imagem e a de sua família".