Paraíba, sábado, 24 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

STJ concede soltura a Temer e Coronel Lima

De acordo com a decisão, o ex-presidente não está em cargo de relevância para atrapalhar as investigações

Por Redação Portal T5

20h44 - Atualizado 14/05/2019 às 20h50

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu, nesta terça-feira (14), a soltura do ex-presidente Michel Temer e do policial reformado João Baptista Lima Filho, o Coronel Lima.

Foram quatro votos a favor da decisão, os ministros foram: Saldanha Palheiro, Laurita Vaz, Rogério Schietti e Nefi Cordeiro. Eles aprovaram a soltura com medidas cautelares. Temer será impedido de se relacionar com outros investigados, mudar de endereço, sair do país e exercer cargos públicos e partidários.

O ministro Rogério Schietti recomendou que ele fosse impedido de exercer quaisquer atividades políticas relacionadas ao MDB que é o seu partido, entretanto, a sugestão não foi acatada.

Já o relator Saldanha Palheiro alegou que a ordem de prisão do juiz Marcelo Bretas “não faz referência a casos concretos e recentes” se referindo à destruição de provas.

Ele ressalta também que Temer “não exerce mais cargo de relevância” que possibilitasse atrapalhar as investigações. A ministra Laurita Vaz concordou e disse que o que está em votação não são as acusações contra Temer mas a necessidade da prisão neste momento.

O ex-presidente está em São Paulo preso preventivamente desde da última quinta-feira (9). Ele foi transferido da Superintendência da Polícia Federal na capital paulista para o Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar, nesta segunda-feira (13).