Paraíba, terça-feira, 25 de junho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

"Pressão está muito grande para que eu me candidate à reeleição", afirma Bolsonaro

Próximas eleições presidenciais acontecem em 2022

Por Redação Portal T5

21h09 - Atualizado 08/04/2019 às 21h10

O presidente Jair Bolsonaro falou, nesta segunda-feira (8), sobre as chances de se candidatar à reeleição em 2022. Entretanto, ele regulou uma possível candidatura à aprovação de uma reforma política para diminuir o tamanho da Câmara e Senado.

Em entrevista a rádio Jovem Pan, no Palácio do Planalto ele declarou que será candidato dependendo do seu estado de saúde. "A pressão está muito grande para que se eu estiver bem, que me candidate à reeleição". Bolsonaro foi submetido à uma cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal após ser esfaqueado na barriga no ano passado durante um ato de campanha.

Ele garantiu que caso seja candidato fará diferente de outros políticos brasileiros, cuja reeleição, de acordo com ele, se torna uma espécie de "desgraça", e que só se tona possível por meio de “acordos espúrios que levam a escândalos de corrupção”.

Ao dizer isso, Bolsonaro declarou estar se referindo ao ex-presidente Lula: "Não quero jogar dominó com ninguém em Curitiba — provocou o presidente, numa referência a sede da Polícia Federal, onde Lula cumpre pena a 12 anos e um mês de prisão após a condenação no caso do tríplex do Guarujá."

Ele disse ainda: "Se eu pensasse em reeleição faria uma reforma light, ou não faria. Mas (sua eventual candidatura) poderia não sobreviver em 2022."

O presidente afirmou para a reforma da Previdência ser aprovada "depende de outro poder", no caso, o legislativo.

"A proposta mais importante vem da economia, do ministro Paulo Guedes. A reforma depende agora de outro poder.", disse.

"O pessoal do PT está torcendo pra aprovar a previdência sem o voto deles. Os governadores deles também precisam", acrescentou.