Paraíba, sexta-feira, 22 de março de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

Dormir só faz bem à saúde em certos horários

Por Redação Portal T5

02h00 - Atualizado 15/03/2019 às 13h52

O Dia Mundial do Sono é comemorado, anualmente, na sexta-feira que antecede o primeiro equinócio do ano. A data é uma iniciativa da Associação Mundial de Medicina do Sono (World Association of Sleep Medicine – WASM). Pretende chamar a atenção de todo o planeta para a importância do sono regular diário, assim como diminuir os problemas relacionados com à privação dele na sociedade. Este ano, o Dia Mundial do Sono se dá em 15 de março.
           
As horas destinadas ao descanso têm relação direta com aspectos importantes da vida do indivíduo. Questões médicas, educacionais e sociais podem ser imediatamente afetadas pela falta do repouso adequado e de qualidade. Contudo, especialistas advertem: o sono, profundo e necessário, só cumpre suas funções se dormido à noite. A “soneca da tarde”, apesar de prazerosa, em nada se equivale ao estado de adormecimento que o organismo alcança nos momentos mais vespertinos.

Porém, além das disfunções que o pouco tempo destinado ao descanso causa, cada vez mais, distúrbios do sono são identificados por especialistas. O tema, recorrente e essencial nos dias de hoje, receberá sessão exclusiva durante o XII Congresso Paulista de Neurologia, que acontece de 29 de maio a 1° de junho no Guarujá, em São Paulo.

Insônia, apneia, bruxismo, sonambulismo, paralisia do sono e ronco são apenas alguns exemplos dos quase 100 tipos de transtornos existentes. Especialistas explicam que o sono tem quatro fases e cada uma delas é responsável por uma atividade diferente. Desse modo, anomalias e dificuldades em quaisquer dos ciclos podem trazer prejuízos a curto e longo prazo ao organismo.

O debate que se dará no congresso organizado pela Associação Paulista de Neurologia (APAN) será coordenado pela dra. Dalva Poyares e contará com vários especialistas em sono ministrando diferentes aulas. Novas pesquisas sobre o tema serão levadas em conta, reunindo múltiplas informações em um desfecho que inclui diagnóstico e tratamento.
Reafirma-se, então, o objetivo do simpósio de contribuir ativamente para o desenvolvimento científico-prático do neurologista e na melhor assistência aos pacientes.
           
Este ano, o Dia Mundial do Sono propõe como mote a relação entre sono e envelhecimento. Tal discussão se faz cada vez mais necessária graças à existência de mais e mais sociedades envelhecidas ao redor do Globo. Atualmente, a maioria dos idosos tem queixas frequentes relacionadas a mudanças fisiológicas específicas à doenças que podem causar distúrbios secundários de sono.

Texto: Acontece Comunicação e Notícias 

Leia Também:

+ Câmera mostra exato momento do ataque à escola em Suzano

+ Atentados a duas mesquitas deixam quase 50 mortos na Nova Zelândia

+ Pabllo Vittar e Instagram lançam clipe com stories de fãs

+ Deputados criticam acesso a armas de fogo, após atentado em Suzano

+ Atiradores usaram arma medieval e revólver no atentado em Suzano

+ Facebook e Instagram ficam fora do ar no Brasil e em outras partes do mundo

+ Doria anuncia indenização de R$100 mil a familiares de vítimas de Suzano

+ Suzano: atingido por machado, aluno correu até hospital próximo à escola