Paraíba, domingo, 18 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

Ministro do Meio Ambiente chama Chico Mendes de 'irrelevante' e é criticado nas redes sociais

Ricardo Salles também sugeriu que o seringueiro manipulava os colegas e a opinião pública

Por Redação Portal T5

09h40 - Atualizado 12/02/2019 às 09h41

O atual ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, passou a ser duramente criticado nas redes sociais por um comentário sobre o seringueiro Chico Mendes – morto em 1988 – no programa “Roda Viva”, da TV Cultura, exibido nessa segunda-feira (11).

Ao ser perguntado sobre qual seria sua opinião a respeito do ambientalista e líder sindical, Salles afirmou que não o conhecia tanto, mas escutava um “enaltecimento” do seringueiro por parte dos setores ambientais de esquerda e o considerava “irrelevante”.

“Eu não conheço o Chico Mendes e tenho um certo cuidado em falar sobre coisas que eu não conheço. Escuto histórias de todo lado. Do lado dos ambientalistas mais ligados à esquerda, um enaltecimento. Já as pessoas que são do agro, que são da região, dizem que o Chico Mendes não era isso que é contado, que ele usava os seringueiros para se beneficiar, fazia uma manipulação da opinião. O fato é que ele é irrelevante, que diferença faz quem é o Chico Mendes nesse momento?”, disse Salles.

Além de seringueiro, Mendes se tornou líder sindical e ativista político, lutando a favor dos colegas seringueiros da Amazônia. Ele ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores e chegou a receber uma condecoração da Organização das Nações Unidas (ONU) pela luta em defesa do meio ambiente. O acreano morreu assassinado em 1988.

No Twitter, muitos internautas criticaram o ministro pelo comentário, lembrando da condenação sofrida recentemente por Ricardo Salles por improbidade administrativa. Ele é acusado de cometer crime ambiental quando ainda era secretário estadual do Meio Ambiente em São Paulo.