Paraíba, terça-feira, 19 de fevereiro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

Companheiro de Boechat nas manhãs, José Simão comenta morte do amigo

Colunista participava diariamente do programa do jornalista morto

Por Carlos Rocha

16h04 - Atualizado 11/02/2019 às 17h18
Foto: Reprodução/ Web

Devastado. Foi desta forma que José Simão se definiu diante da morte do jornalista Ricardo Boechat, com quem conversava ao vivo na rádio Band News FM de segunda à sexta

Leia Mais: Datena vai às lágrimas ao noticiar morte de Boechat: "É muito triste ter que dar essa notícia"

"O que mais me dói é não poder falar com ele todas as manhãs. Isso que está me deixando mais devastado. Ele era um carioca da gema. Nossa química foi instantânea. Foi 'pah', desde o primeiro dia", disse ao jornalista José Luiz Datena.

Leia Mais: Jornalistas se emocionam ao noticiar morte de Boechat; veja

"Ele era um vulcão quando entra em erupção. Eu estou tentando digerir isso. Nossa dupla jamais será retomada. A gente perde um dos maiores jornalista. Inacreditável isso", complementou.

Aos 66 anos, Boechat voava de Campinas para a capital paulista quando o helicóptero que o transportava caiu no Rodoanel, na Grande São Paulo.

Leia Mais: Viúva de Boechat se manifesta através do Instagram: "Pior dia da minha vida"

Leia Mais: Morte de Boechat deixa rádio Band News minutos tocando só a vinheta

Leia Mais: Cid Moreira se manifesta sobre morte de Boechat: "Perda lamentável"