Paraíba, domingo, 20 de outubro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

Arcebispo de Aparecida diz em missa que ‘direita é violenta e injusta’

As declarações foram feitas durante missa solene no Santuário Nacional, em Aparecida.

Por Redação Portal T5

14h40
Foto: Arquidiocese de Londrina (PR)

Durante a missa solene no Santuário Nacional em celebração à Padroeira, o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes disse que a “direita é violenta e injusta”. Dom Orlando também criticou a corrupção e defendeu a preservação da natureza. O arcebispo de Aparecida ainda pediu para que não morram mais crianças vítimas de bala perdida. preservação da natureza e pediu para que crianças não morram mais vítimas de bala perdida.

“Temos o dragão do tradicionalismo. A direita é violenta, é injusta, estamos fuzilando o Papa, o Sínodo, o Concílio Vaticano Segundo. Parece que não queremos vida, o Concílio Vaticano segundo, o evangelho, porque ninguém de nós duvida que esta é a grande razão do sínodo, do concílio, deste santuário, a não ser a vida, como já falei”, disse.

Dom Orlando, ao citar o Sínodo da Amazônia, falou sobre a defesa da vida. “Mãe Aparecida, precisamos, sim, da vida ecológica, da vida natural, da casa comum, bendito seja o Sínodo da Amazônia, que está pensando na vida daquelas árvores, daqueles rios, daqueles pássaros, mas principalmente daquelas populações. Muitos de nossos parentes estão lá”, falou.

Em seguida, o arcebispo de Aparecida também comentou sobre a corrupção. “Estão sendo facilitados agora os caminhos do dragão da corrupção, que tiram o pão da nossa boca e aumentam as desigualdades sociais. A mãe não pode ficar alegre com filhos desempregados, com filhos sofrendo uma violência injusta, com filhos e filhas não tendo nem como sobreviver cada dia, talvez até a cada minuto da vida”, disse.

A celebração reúne 40 mil fiéis em Aparecida, São Paulo, durante o feriado da Santa Padroeira do Brasil. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem agenda prevista na Basílica às 16h deste sábado (12).

Leia mais:

Mulher é morta com golpes de barra de ferro pelo companheiro na PB; suspeito é preso

Homem agride companheira com soco no rosto, em João Pessoa