Paraíba, segunda-feira, 17 de junho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

Reajuste do Supremo é incorporado pelos estados

só no ano de 2018, a corte local gastou pelo menos R$ 333 milhões com pagamento da folha de pessoal.

Por Redação Portal T5

09h25 - Atualizado 12/01/2019 às 10h01
Sede do STF
Sede do STF Foto: Reprodução / Internet

O reajuste no valor dos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) realizado em novembro de 2018 já repercute nos estados brasileiros. Denominado como ‘efeito cascata’ desembargadores de pelo menos 9 estados já ascenderam ao grupo de magistrados com salários de R$ 35.462,22 (que corresponde a 90,25% do salário dos ministros do STF), o teto do funcionalismo público brasileiro.

O valor citado acima representa o salário base, sem contar os auxílios ou as gratificações, permitidos por lei.

Cálculos apontam que só no ano de 2018, a corte local gastou pelo menos R$ 333 milhões com pagamento da folha de pessoal.

Vale lembrar que o reajuste dos vencimentos dos ministros do STF só foi sancionado pelo então presidente Michel Temer após um acordo. A época, a corte revogou o direito a auxílio-moradia de juízes e procuradores em atuação no Brasil.

Leia mais: Explosão em padaria de Paris deixa vários feridos

Confira os bastidores do Tambaú de Verão 2019

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!

Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 9.8684-1874 e 3015-3741.