Paraíba, segunda-feira, 22 de julho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Brasil

“Intolerante e agressivo”, afirma delegada sobre homem que matou mestre de capoeira

A vítima morreu com pelo menos 12 golpes de faca.

Por Redação Portal T5

13h30 - Atualizado 09/10/2018 às 13h37
O homem fugiu do local após matar o capoeirista
O homem fugiu do local após matar o capoeirista Foto: Reprodução / Internet / Correio

De acordo com a delegada Milena Calmon, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação sobre a morte de Romualdo Rosário da Costa, mestre de capoeira e compositor, de 63 anos, o agressor se mostrou intolerante e agressivo. A vítima foi atingida por facadas em um bar de Salvador.

O que se sabe é que o crime tem relação política. A vítima teria se intrometido e, após uma rápida confusão, Paulo Sérgio foi em casa e retornou golpeando o capoeirista. Ele disse, em depoimento, que apoiava o candidato de direita”, afirmou a agente.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), disse que o crime aconteceu o agressor não concordou com a posição política de Romualdo, contrária ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). Após isso, ele teria esfaqueado o compositor por pelo menos 12 vezes.

Prisão

O suspeito pelo crime é um barbeiro. Ele fugiu do local após matar o capoeirista e foi em direção à casa onde mora. Ele foi perseguido e a polícia, minutos depois, conseguiu prendê-lo dentro de um banheiro.

Leia mais: Número de mortos após terremotos e tsunami na Indonésia

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!

Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 9.8684-1874 e 3015-3741.