Paraíba, quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
20° C
Busca

Portal T5

Brasil

Polícia investiga ranking depreciativo do sexo com nomes de 100 mulheres

O autor pode responder pelo crime de injúria

Por Carlos Rocha

19h30 - Atualizado 12/01/2018 às 20h15

A Polícia Civil de Minas Gerais vai investigar a autoria de uma lista que conta com nomes de pelo menos 100 mulheres, uma espécie de ranking depreciativo. No material, que tem circulado pelas redes sociais e pelo WhatsApp, moradoras de Muzambinho e Monte Belo, no Sul do Estado, têm intimidades sexuais expostas.

A lista mostra os nomes das vítimas e, ao lado de cada um deles, um xingamento sobre sexou ou relacionado à orientação sexual de cada uma. “Top 100 das p**** de Muzambinho casadas ou namorado, naquele pike. Chegou comeu”, diz o título do “ranking”. “Menina pornô”, “quem nunca”, “sapatão” e “só tem cara de santa” são alguns dos adjetivos atribuídos às mulheres.

Segundo a corporação, o autor da lista, ou autores, pode responder pelo crime de injúria, além de ameaça, calúnia, difamação e até mesmo falsa identidade. Mulheres que se sentirem ofendidas podem procurar a polícia para registrar uma ocorrência e assinar um termo de representação.