segunda-feira, 30 de março de 2020
Busca

Alagoas

Alagoas

Após riacho transbordar, famílias ficam desabrigadas em Santana do Ipanema

Segundo o Corpo de Bombeiros, água e lama invadiram as casas, e não há registro de mortos

Por Erika Basilio

15h15 - Atualizado 26/03/2020 às 15h47
Foto: José Everaldo/Arquivo Pessoal
Foto: José Everaldo/Arquivo Pessoal

Dezenas de famílias ficaram desabrigadas na cidade de Santana do Ipanema, Sertão de Alagoas, após o transbordamento do Riacho Camoxinga e do Rio Ipanema, por causa das fortes chuvas atingem a região.

No total, 33 militares foram no local e ajudaram as pessoas a saírem das suas casas. Segundo os Bombeiros, 40 pessoas que ficaram desabrigadas foram levadas para a Igreja de São Cristóvão e outras pessoas foram para a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal).

Não há estimativa da quantidade total de pessoas que tiveram que deixar suas casas.

A Defesa Civil alertou aos moradores das casas perto do riacho que o volume de água deve aumentar. Os bombeiros e técnicos da prefeitura, junto à Defesa Civil de Santana do Ipanema, monitoram a situação.

O morador da região, José Everaldo Silva diz que a população viveu dias de desespero. "Foi muito difícil à noite. Tinha um alerta de um grande volume de água de manhã, mas só chegou à noite. O nível da água subiu muito e foi até uns 3 metros nas casas mais próximas", lamenta.

Ele conta ainda que os moradores estão assustados com a previsão de mais chuvas. "Falaram da outra barragem que transbordou, então vai vir muita água, assim como ontem. Tem muita gente desabrigada, que perdeu seus móveis. Casas foram destruídas", diz.