Paraíba, quarta-feira, 20 de março de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Polícia

Delegada interrompe velório e pede perícia em corpo de radialista que morreu em shopping de JP

Werton Soares era advogado e radialista

Por Carlos Rocha

20h55 - Atualizado 14/03/2019 às 21h29
Foto Ilustrativa: Reprodução/ Web

O corpo do advogado e radialista Werton Soares já estava na casa de velórios quando um carro do Instituto de Medicina Legal (IML) chegou para a retirada do corpo. Ele foi vítima de um mal súbito na tarde desta quinta-feira (14), em um shopping no bairro de Tambiá, região central de João Pessoa.

De acordo com a delegada que solicitou a perícia, Vanderleia Gadi, o procedimento feito na liberação do corpo do advogado não foi correto.

"Teria que ter sido comunicado à delegacia mesmo que não houvesse qualquer tipo de suspeita, mesmo que tivesse sido morte natural. O procedimento para a retirada do cadáver do local teria que ter sido comunicado primeiro à delegacia e a delegacia adotaria as providências cabíveis", relatou Vanderleia.

De acordo com a médica socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Marcela Grazziotin, Werton sofreu convulsões seguida de uma parada cardiorrespiratória e veio a óbito.

O laudo da perícia deve constatar a real causa da morte do advogado. A partir de então a polícia deve decidir a abertura de uma investigação ou não. Werton Soares era Procurador Jurídico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP).