Paraíba, domingo, 17 de dezembro de 2017
22° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Devota conta experiência sobrenatural com Nossa Senhora da Conceição: "Tudo pra mim"

Histórias de fé e devoção inspiram pessoas a acreditarem naquilo que pode parecer difícil ou até mesmo impossível

Por Carlos Rocha

00h40 - Atualizado 08/12/2017 às 09h23

Agradecer por uma graça alcançada, fazer promessas para alcançar outras, expressar a fé em forma de canção. A devoção é manifesta de diversas formas e uma das maiores é a confiança quando parece não haver esperança.

Histórias de fé e devoção inspiram pessoas a acreditarem naquilo que pode parecer difícil ou até mesmo impossível. A fé em Nossa Senhora da Conceição levou a dona Maria Rodrigues de Moraes, de 78 anos, a viver a experiência do sobrenatural.

Conhecida como "Dona Boa", a idosa mora no Parque do Sol, loteamento do bairro de Gramame, localizado na zona sul da capital paraibana. Em entrevista ao Portal T5, a religiosa contou a experiência de cura que teve através da fé na Santa.

Natural de Malta, no sertão paraibano, ela lembrou, com um sorriso no rosto e olhos brilhando, as vezes em que acompanhava o pai na festa de Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade, onde ele hasteava as bandeiras. Desde aquela época, "Dona Boa" revela que sentia uma devoção especial à divindade.

"Sou devoto de Nossa Senhora da Conceição desde a infância, meu pai era muito religioso, e lá na minha cidade quando era festa da padroeira, ele hasteava bandeira, e desde aquela época eu comecei a me apegar com Nossa Senhora da Conceição, a ter aquele amor, e sempre rezava", revelou.

Todo esse amor, e devoção continuou no decorrer dos anos. "Dona Boa" cresceu, teve filhos e, junto com ela, cresceu a fé. A confiança naquela em que ela acreditava, mesmo passando por momento difíceis.

Gestante do seu nono filho, Maria Rodrigues precisou ser hospitalizada em João Pessoa, e ela mal sabia que seria ali, naquele momento, que ela precisaria colocar toda a sua fé em prática.

"Tive problemas no pulmão, o médico me encaminhou para João Pessoa. Deixei oito filhos em casa, na minha cidade, estava grávida do nono quando eu fui internada no Hospital 13 de Maio. O médico me disse que os meus pulmões estavam comprometidos. Eles me internaram, e no segundo dia eu fiquei em observação. Ao bater um raio X, o pulmão não estava limpo, aí eu comecei a pedir a Nossa Senhora da Conceição que me tirasse dali, porque eu estava querendo estar com os meus filhos" relatou.

"Fui operada espiritualmente"

Dona Maria Rodrigues

O pedido de "Dona Boa", ainda que baixinho, no íntimo, foi ouvido, e ela estava prestes a viver uma experiência que mudaria sua vida.

"Comecei a tomar soro até que desmaiei. Perto da hora de dormir, no terceiro dia, ao me deitar, comecei a fazer minhas orações e pedir mais uma vez para voltar para casa. Nesse momento, eu senti alguém sentar na cabeceira da cama e cheguei a ver um véu transparente e bem azul. Ao sentir essa presença, eu adormeci. No dia seguinte, o médico foi fazer uma revisão do meu estado de saúde e bateu um novo raio X. Ao chegar o resultado, o pulmão estava totalmente limpo, o médico imediatamente me liberou", contou.

Dona Maria voltou para casa aliviada e feliz da vida, mas o que ela não sabia é que só descobriria o que tinha acontecido naquela noite alguns anos depois.

"O tempo passou, eu vim morar em João Pessoa e o médico me pediu para fazer novamente o raio x. Essa radiografia era para um novo tratamento que eu estava fazendo. Ao analisar o exame, o médico olhou e me perguntou se eu sentia cansaço respondi que não, daí ele me disse que no meu pulmão tinha uma cicatriz, como se eu tivesse sido operada, eu não sabia até então, mas eu fui operada espiritualmente", relatou com lágrimas nos olhos.

As lágrimas nos olho de "Dona Boa", traduziram o que significou esse momento em sua vida. Ela finalizou definindo que o Nossa Senhora da Conceição significa em sua vida.

"Nossa Senhora da Conceição para mim é tudo. Ela é a escolhida do Pai, ela é Mãe de todos nós, ela é tudo pra mim", finalizou.