Paraíba, segunda-feira, 18 de dezembro de 2017
22° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Quase mil pessoas são atacadas por cães, na Paraíba

Os dados foram contabilizados pelos dois maiores hospitais do estado: o Trauma de Campina e de João Pessoa.

Por Redação Portal T5

13h00 - Atualizado 06/12/2017 às 20h23

Quase mil pessoas foram atacadas por cães na Paraíba, em 2017. Os dados foram contabilizados pelos dois maiores hospitais do estado: Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes e Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Os dados referem-se ao número de atendimentos nessas unidades e somam 954 vítimas.

Em Campina Grande, de janeiro a novembro, deram entrada no Trauma 843 pessoas. Na capital, este ano foram 111 vítimas contra 151 casos registrados no ano passado.

Entenda - Uma criança de três anos foi atacada por um pitbull na tarde desta terça-feira (05), em Campina Grande. O caso ocorreu no bairro do Catolé. A vítima foi socorrida por familiares para o Trauma da cidade. Segundo boletim médico da unidade, ela passou por cirurgia, foi internada no setor de pediatria e já recebeu alta.

Iara Fernandes, avó da vítima, informou que cria o animal há cerca de quatro anos. Ela explicou que o ataque aconteceu quando a criança estava mexendo na ração do animal. "Ela foi mexer na ração, ele estranhou e quando eu percebi ela já estava no chão e o cachorro em cima", revelou ao Portal T5.

O pitbull, segundo dona Iara, é dócil e nunca demonstrou nenhum comportamento do tipo. "Vou ter que doá-lo. Tenho medo de que ele faça de novo", ponderou.

“Ele pode ter sido criado de forma errada, preso em correntes, com fome ou até ter sido vítima de espancamento, para justificar esse tipo de reação”, explicou o capitão Deuslânio, comandante do Canil da Polícia Militar da Paraíba.