Paraíba, terça-feira, 19 de março de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Geral

“Não sabia no que estava me metendo”, diz mulher que fugiu para se unir ao Estado Islâmico

Shamima já teve dois filhos mortos em decorrência da desnutrição. Ela teme que aconteça a mesma coisa com seu novo bebê.

Por Redação Portal T5

19h01 - Atualizado 17/02/2019 às 20h54
Shamima Begum
Shamima Begum Foto: Laura Lean / Pool / AFP

A jovem britânica Shamima Begum pediu “compaixão” neste domingo (17) diante da solicitação de volta ao país de origem. O fato deve-se a ela ter abandonado o Reino Unido para se unir ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) no ano de 2015.

Shamima se encontra em um campo de refugiados na Síria. Lá, ela deu à luz a um bebê neste fim de semana. Por isso o pedido: "Acabei de dar à luz, então estou realmente cansada", disse à Sky News.

"Após a morte do meu (outro) filho, percebi que é necessário que eu saia, por causa dos meus filhos", afirmou.

"Eu acho que as pessoas deveriam ter compaixão por mim, por tudo que eu experimentei". "Eu não sabia no que estava me metendo quando saí".

Este é o terceiro filho da jovem de 19 anos de Londres a nascer na Síria. Os dois primeiros bebês morreram de doenças e desnutrição.

Leia mais: Homem dá festa para anunciar que companheira tem um caso com político

Guaidó diz que ajuda humanitária "está nas mãos" dos militares

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!

Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 9.8684-1874 e 3015-3741.