Paraíba, quarta-feira, 22 de novembro de 2017
21° C
Busca

Portal T5

Geral

Cientistas encontraram um tubarão pré-histórico com mais de 300 dentes

O animal que foi capturado em agosto em Portugal em lugar próximo a Algarve ao sul do país.

Por Redação Portal T5

00h00 - Atualizado 13/11/2017 às 16h45
Tubarão Pré-Histórico
Tubarão Pré-Histórico Foto: Reprodução/Internet

Existem criaturas ancestrais em nosso planeta que muitos de nós não conhecemos ou achamos que estão extintas. Um exemplo dessas criaturas é o Celacantos, um peixe pré-histórico que até algumas décadas atrás nós pensávamos que estava extinto. Obviamente, ele não estava!

Esse exemplo nos faz pensar: quais criaturas podemos achar em nossos oceanos e na natureza? Até acharmos, essa pergunta é bem difícil de responder. Acontece que em agosto desse ano um tubarão muito raro e antigo apareceu na rede um grupo de pescadores em Portugal.

Com dentes bizarros e uma aparência alienígena, a espécie nada em águas profundas e é considerada bastante agressiva. Apesar do aspecto esquisito e ameaçador, não deixa de ser um achado e um animal fantástico e fascinante. Fatos Desconhecidos traz a história do tubarão pré-histórico com mais de 300 dentes encontrado por cientistas.

O animal que foi capturado em agosto em Portugal em lugar próximo a Algarve ao sul do país. Nosso amigo feio e pré-histórico na verdade pode ser encontrado em outros lugares do mundo, apesar de ser considerado um fóssil vivo ainda existem alguns deles por aí. O tubarão-enguia se encontra espalhado por alguns pontos do oceano. Você topar com essa criatura se você estiver pescando ali entre a Angola e o Chile, da Guiana à Nova Zelândia ou ali entre o Japão e a Espanha.

Não se conhece muito sobre esse tubarão. Seus hábitos e população ainda são um mistério para os pesquisadores. Mesmo porque essa especie costuma habitar águas bem profundas, logo seu encontro com pessoas são bem raros. Esse animal é na verdade a única espécie sobrevivente de toda uma família de tubarões. Antigamente podia se ver mais variedades da família nadando por ai nos oceanos, mas isso foi ali pelo período Jurássico à alguns milhões de anos atrás.

Com informações de Fatos Desconhecidos.