Paraíba, sexta-feira, 17 de novembro de 2017
20° C
Busca

Esportes

Esportes

Chapa 2 do Campinense tem 48h para resolver pendências para eleições do clube

A Comissão Eleitoral do rubronegro encontrou irregularidades no cadastro de alguns membros da Chapa 2

Por Vitor Feitosa

15h07 - Atualizado 14/11/2017 às 15h19

As eleições para a nova diretoria executiva que assumirá o Campinense serão realizadas no próximo dia 3 de dezembro, mas até agora apenas uma das chapas foi deferida.

A Comissão Eleitoral do clube, presidida por Eder Medeiros, encontrou irregularidades em dados cadastrais de membros da Chapa 2, encabeçada por Carlos Gonzaga, que não cumprem com determinados requisitos estabelecidos pelo estatuto do rubronegro – e que não foram divulgados pela organização.

Eder Medeiros frisou que na Chapa 2 em si não há nada de irregular, apenas em relação aos próprios componentes. Em função disso, a comissão determinou um prazo de 48h para que a chapa apresente as informações complementares que o estatuto exige.

Já a Chapa 1, encabeçada pelo atual presidente do Campinense e candidato a reeleição William Simões, está totalmente dentro das normas requisitada, e já foi homologada para as eleições do início do próximo vez, que terá um total de 797 eleitores aptos a votar.

O Campinense estreia no Campeonato Paraibano 2018 no dia 7 de janeiro fora de casa, contra a Desportiva Guarabira.

Leia mais:

FPF divulga tabela do Campeonato Paraibano de 2018; confira

Glédson anuncia saída do Campinense para clube gaúcho